Connect with us

Geral

MyCookies planeja expansão pelo Brasil

Published

on

MyCookies Sanduíche de cookie com sorvete média 1 - MyCookies planeja expansão pelo Brasil

Sucesso da marca que começou com vendas na porta da escola vai além do sabor

Fundada em 2016 pela sul-mato-grossense Natalie Pavan, a MyCookies nasceu de forma despretensiosa. Os primeiros passos foram dados com a venda de cookies, receita de família, nas portas das escolas. O negócio cresceu em pouco tempo, ganhou fábrica própria, tornou-se franquia em 2018 e hoje conta com 32 unidades em sete estados brasileiros. Em 2019, a rede faturou mais de R$ 10 milhões e os planos para 2020 são ambiciosos: inaugurar mais oito pontos no primeiro trimestre, chegar ao mercado do Rio de Janeiro e, até o fim do ano, todo o país. Atualmente, a marca está presente no Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, São Paulo, Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

Natalie Pavan MyCookies2 Média 1024x683 - MyCookies planeja expansão pelo Brasil
Natalie Pavan, fundadora da MyCookies

As primeiras fornadas da MyCookies foram assadas para ajudar um amigo da família que passava por dificuldades. As vendas começaram nas portas das escolas, com os cookies embalados, mas a empresária chegou à conclusão de que se fossem assados na hora, sendo vendidos fresquinhos, fariam ainda mais sucesso. Natalie decidiu então, sem qualquer verba, alugar um espaço Supermercado Walmart, onde conseguiu negociar que o primeiro pagamento ocorresse após 30 dias de uso. Comprou um balcão parcelado no cheque, um freezer usado e um forno residencial que assava apenas oito cookies a cada 15 minutos. Já no primeiro mês, Natalie faturou o suficiente para quitar o aluguel, as parcelas do balcão e um salário para o amigo. O sucesso e a demanda exigiram que a marca crescesse junto com as vendas e encomendas. Natalie transformou o simples em extraordinário, inovou e movimentou a região, abrindo as primeiras 10 unidades, todas próprias.

Mais do que um simples cookie, Natalie passou a vender experiência. Ela combinou a paixão pelos negócios com uma receita única de sabor e felicidade. O cookie crocante por fora e macio por dentro virou um símbolo. Para a empresária, “falar sobre a MyCookies não é falar sobre um produto, porque a marca surgiu já com o intuito de ajudar alguém que precisava de uma renda. A ideia de vender cookies ajudou essa pessoa e transcendeu nossas expectativas, tornando-se no que é hoje e alimentando esse sentimento de gerar solidariedade e bons momentos”.

Para se dedicar à MyCookies, a empresária largou o trabalho em uma grande empresa, mantendo-se focada na produção e na busca de soluções para enfrentar os problemas que surgiam no processo de construção da marca. “Hoje, com muito orgulho, gero emprego para mais de 80 famílias, com 80% de mulheres”, completa Natalie.

Inauguração MyCookies The Cookie Shop2 1024x684 - MyCookies planeja expansão pelo Brasil
The Cookie Shop, loja conceito da MyCookies em Campo Grande (MS)

Em 2019, Natalie inaugurou o “The Cookie Shop”, loja conceito da marca localizada na região dos Altos da Afonso Pena, em Campo Grande. O espaço possui 2000m², área pet, área kids, estacionamento e é a primeira com drive thru. Nove sabores de cookies recheiam o seu cardápio: Três Chocolates, Prestígio, Brownie com castanhas, Brigadeiro, Oreo, Leite Ninho, Red Velvet, Doce de leite e Dark. Há ainda opções de sanduíches de cookie com recheios variados, além de cafés, frapês e bebidas diversas.

Conheça o Raio-X da franquia:

Investimento inicial: R$ 106mil

Taxa de franquia: R$ 33 mil

Capital de giro: R$ 11mil

Prazo de retorno: 14 meses

Faturamento médio mensal estimado: R$ 35.000,00

Royalties: não é cobrado

Taxa de publicidade: não é cobrado

Diversas

A Agro Influenciadora Michele Guizini tem se destacado nas redes sociais

Published

on

A Agro Influenciadora Michele Guizini tem se destacado nas redes sociais

A Agro Influenciadora Michele Guizini tem se destacado nas redes sociais, retratando a vida no campo.

A Engenheira Agrônoma Michele Guizini, natural do estado do Mato Grosso, vem se destacando no Instagram e em outras redes sociais, como a Agro Influenciadora pioneira no Brasil. A cada dia que passa, Michele vem ganhando mais espaço e seguidores, tanto em seu perfil pessoal, o @mihguizini, quanto em sua página comercial, o @brutamemo.oficial. O intuito dos perfis é mostrar a importância da agricultura em nossas vidas, e que lugar de mulher é onde ela quiser, inlcusive, na lavoura.

4b0f2ca4 5933 4e69 a540 8c789dceb1e4 876x1024 - A Agro Influenciadora Michele Guizini tem se destacado nas redes sociais

A Engenheira Agrônoma Michele Guizini, natural do estado do Mato Grosso, vem se destacando no Instagram

Michele atualmente trabalha em uma multinacional e compartilha o seu dia a dia profissional no instagram @mihguizini, mostrando a realidade da vida de uma Agrônoma para aqueles que pretendem seguir carreira. Além disso, aborda diversos assuntos e curiosidades sobre o Agro, que vai desde o preparo de solo, até a comercialização de grãos, dá dicas de cursos e eventos para profissionais e acadêmicos, e tem atuado fortemente com marketing digital em campanhas e ações para grandes empresas do setor agrícola.

83c0c7de 3460 4bbd 9e78 aa0dabec95c1 829x1024 - A Agro Influenciadora Michele Guizini tem se destacado nas redes sociais

Mas não para por aí, Michele, também dita tendência de moda, patrocinada pelas melhores marcas do mundo country, ela sempre compartilha dicas de produtos e sites para quem ama o estilo e não abre mão de conforto e qualidade, assim como ela.

Atualmente, em seus perfis, a agro influencer conta com mais de 250 mil amantes da Agro Rotina, ela nos conta que o sucesso na rede social é fruto de muito amor e dedicação pelo Agro.

Continue Reading

Geral

Fisiculturista Isabel Herrera se torna referência mesmo durante a pandemia

Published

on

Fisiculturista Isabel Herrera

Acostumada aos treinos controlados, atleta se adapta a mudanças drásticas na rotina e pretende compartilhar seus conhecimentos em treinos on-line

A pandemia do coronavírus mudou a rotina de treino de muitos atletas. Para Isabel Herrera, fisiculturista tetra campeã brasileira foi uma questão de se adaptar como pôde na quarentena. Criou um plano de treinos em casa, em Brasília, para seguir firme no seu estilo de vida e manter o foco em duas importantes competições.

Ela participará do campeonato brasileiro de fisiculturismo na categoria Women’s Physique, destinada a mulheres que desenvolvem músculos alinhados à feminilidade. Vai pela federação NPC no dia 29 de novembro deste ano. Já no início de dezembro pretende estar no mundial pela WBPF de fisiculturismo, previsto para ocorrer no Cazaquistão. O propósito é trazer a medalha dourada. Ela tem grandes chances.

Com dieta rígida e muitos exercícios adaptados, ela mantém a disciplina necessária para as competições. “Primeiro passei a me exercitar em casa, apertei mais a dieta e adaptei os meus treinos usando tudo que tinha em casa. Utilizei desde sacos de arroz até mochilas com pedrinhas para subir e descer escadas. Agora que as academias reabriram, treino duas vezes ao dia alternando entre exercícios de cardio e musculação. Foco é tudo”, conta a atleta.

Isabel já sentiu o gosto do retorno de tanta disciplina ao conquistar algumas vitórias. A mais recente é o 4º lugar no mundial de dezembro de 2019, fato que lhe rendeu o direito de participar do mundial deste ano.

A pandemia, aliás, foi mais um incentivo para inaugurar um programa de exercícios on-line. Projeto que será lançado em breve para compartilhar seu conhecimento e também compartilhar sua rotina.

Trajetória

A fisiculturista Isabel mora em Brasília e trabalha como professora da rede pública de ensino, porém nesse tempo de quarentena as aulas têm sido on-line, o que permitiu que a rotina de treinos pudesse ser mais intensa, mesmo diante da dificuldade de não contar com equipamentos mais elaborados.

Isabel Herrera tem dupla nacionalidade. Nasceu na Colômbia e é filha de uma brasileira. Começou na vida do esporte a nível competitivo desde criança, quando praticou ginástica olímpica e patinação artística na Colômbia. Chegou ao Brasil em 1995, quando terminou o ensino médio. Logo começou a trabalhar como professora de espanhol no Instituto Cervantes (antes Cultura hispânica). Formou em letras em 2006 e passou no concurso público no Distrito Federal.

6ef59ca8 c3c7 4944 bdc2 4b5840fc3dc0 748x1024 - Fisiculturista Isabel Herrera se torna referência mesmo durante a pandemia

A primeira competição oficial no fisiculturismo foi em 2012 quando ficou em 4º lugar no campeonato Brasiliense. Não parou mais, competindo de três a quatro vezes no ano. Em 2014 foi campeã brasileira na categoria body fitness master na federação IFBB. Em 2017, foi para a WBPF, onde é tricampeã. Iniciou na categoria bodybuilding e hoje na categoria Athletic Physique.

“O fisiculturismo é mais do que um esporte, é um estilo de vida. Assim, mesmo em meio à pandemia, continuo fazendo dieta e exercícios, pois haverá dois campeonatos importantes”, destaca.

3284e97b 500f 4c8e b40b ea9f1b6d4c3a 687x1024 - Fisiculturista Isabel Herrera se torna referência mesmo durante a pandemia

Fisiculturista Isabel Herrera se torna referência mesmo durante a pandemia

 

Continue Reading

Diversas

Seleção Brasileira de Astronomia participa de live neste sábado (26)

Published

on

By

Professor João Canalle Coordenador da OBA Crédito fotográfico Oseias Barbosa - Seleção Brasileira de Astronomia participa de live neste sábado (26)

Equipe falará sobre o “novo normal” nas competições e a expectativa com a Olimpíada Latino-Americana de Astronomia e Astronáutica (OLAA)

 

Mesmo na quarentena e longe do ambiente escolar, milhares de estudantes em todo o território nacional encaram o desafio de se preparar para a prova da maior olimpíada científica do país, a Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA). Para ajudar nesse trajeto, a OBA promove, sempre aos sábados, às 17h, lives em seu canal no Youtube com o seu coordenador nacional, o Dr. João Canalle, professor de Física e Astronomia do Instituto de Física da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e uma das maiores referências no mundo na difusão das ciências espaciais.

Na live do dia 26 de setembro, o coordenador da OBA irá conversar com a equipe que vai representar o Brasil na 12ª edição da Olimpíada Latino-Americana de Astronomia e Astronáutica (OLAA). O país será representado por cinco estudantes, são eles: Beatriz Rodrigues, Bismark Mesquita, Gustavo Sobreira Barroso e Luiz Henrique Fonteles, do Ceará; e Eduardo Henrique Camargo de Toledo, de São Paulo. Devido à pandemia do novo coronavírus, a OLAA será disputada de forma remota.

Realizada em fase única e voltada para todos os estudantes dos ensinos fundamental e médio, em 2020 a OBA também irá ocorrer virtualmente. Com 22 edições disputadas desde 1998, a olimpíada já superou a marca dos 10 milhões de participantes e distribui anualmente cerca de 50 mil medalhas. A edição de 2019 teve a participação recorde de 884.979 estudantes de 9.965 escolas de todos os estados do Brasil e do Distrito Federal, além de duas do Japão.

Para assistir à live, basta acessar www.youtube.com/obaoficial

 

Continue Reading

Trending

Copyright © 2020 Gazeta Nacional - Grupo Michelasi de Comunicação