Connect with us

Saude e Beleza

Doutor Emanuel Bernardino explica sobre a Lipo de Papada Mecânica

Published

on

Lipo de Papada Mecânica - Fotos: Divulgação

Muitas vezes a papada é decorrente do acúmulo de gordura na região que pode ter sido provocada por meio de dietas com históricos de perda e ganho de peso muito altos, além do próprio envelhecimento que vai deixando as suas marcas ao longo dos anos.

Esse acúmulo de gordura embaixo do queixo com o passar dos anos deixa muito flácida a pele que cobre a região do queixo. Hoje tem sido grande a procura de pacientes nos consultórios por tratamentos que ajudem a melhorar as simetrias das linhas do rosto.

Esse procedimento trata-se de uma aspiração da gordura localizada sob o queixo, a mandíbula e na porção superior do pescoço.

O procedimento traz como resultados uma aparência mais jovem, elimina o queixo duplo, melhora a marcação da mandíbula entre outros diversos benefícios.

Antes da cirurgia costumamos solicitar alguns exames para avaliar a saúde do paciente e garantir que está apto para o procedimento.

O pós-cirúrgico é muito parecido com os outros tipos de lipoaspiração. Porém, por ser um procedimento mais simples, costuma apresentar um tempo mais curto de recuperação,   sendo indispensável a faixa de compressão na área, pois evita-se o deslocamento da pele, facilitando a cicatrização da região e evitando complicações pós-cirúrgicas como inchaços e seroma (acúmulo de líquido na área da cicatriz)

Após examinar o queixo e o pescoço do paciente, o cirurgião determina o local onde será inserida a cânula, instrumento responsável por remover o excesso de gordura. Geralmente abaixo do queixo.

O procedimento é realizado a partir de movimentos de “vai e vem”, após a anestesia, utilizando a cânula, para “sugar” a gordura. Por fim, após garantir que o queixo do paciente está mais liso e alinhado com a aparência facial, o instrumento é removido e são aplicadas ataduras.

Geralmente, esses efeitos colaterais são breves, desaparecendo após alguns dias e sem a necessidade de tratamento especial.

Depois de 7 dias, é essencial retornar ao consultório para retirar os pontos e fazer uma avaliação prévia de como está a recuperação.

Não é necessário realizar cuidados especiais em casa, apenas a higienização da sutura. Além disso, é possível retornar ao trabalho depois de uma semana e aos exercícios físicos, após 14 dias.

O Dr. Emanuel Bernardino da Silva é formado em prótese dentária há mais de 20 anos, cirurgião dentista há 9 anos e clínico geral com especialização em harmonização orofacial, área que atua há mais de 4 anos.

Instagram: @dr.emanuelbernardino

WhatsApp Image 2020 09 15 at 20.00.00 - Doutor Emanuel Bernardino explica sobre a Lipo de Papada Mecânica

Lipo de Papada Mecânica

Continue Reading
Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saude e Beleza

Dermatologista Andréa Monteiro esclarece mitos e verdades sobre a psoríase

Published

on

WhatsApp Image 2020 10 19 at 10.42.27 - Dermatologista Andréa Monteiro esclarece mitos e verdades sobre a psoríase

A médica dermatologista e membro titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), Dra. Andréa Monteiro, esclarece mitos e verdades sobre esta doença que afeta de 2% a 4% da população mundial.  

 

Manifestando-se na pele, a psoríase é uma doença autoimune, de origem genética e de caráter inflamatório crônico, caracterizada por manchas na pele, geralmente avermelhadas, pruriginosas e escamosas, de gravidade é variável, desde manchas pequenas e localizadas até ao revestimento total do corpo. Não há ainda uma cura para a doença, que embora seja objeto de estudos durante anos por parte dos acadêmicos e médicos, é cercada de mitos e até mesmo preconceitos por parte dos leigos, que podem chegar a confundi-la erroneamente com a lepra.

Para ajudar a esclarecer mitos e verdades sobra a psoríase, a Dra. Andréa Monteiro, dermatologista e membro titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), fala sobre a doença, que afeta aproximadamente 2% a 4% da população mundial sofre de psoríase, que afeta praticamente de forma igual homens e mulheres.  

 

O que causa a psoríase?

Na sua origem pode estar a conjugação de várias causas, como explica Segundo a especialista, entre os principais fatores estão os fatores genéticos, imunológicos e ambientais. “Neste último caso, as infeções bacterianas, certos medicamentos, a obesidade, o estresse, entre outros, promovem o desenvolvimento da doença em doentes geneticamente predispostos. Além de se manifestar visivelmente na pele, a psoríase pode levar ao desenvolvimento de problemas articulares (artrite psoriática), psicológicos (depressão e ansiedade) e cardiovasculares (diabetes, obesidade, hipertensão arterial e aterosclerose). A artrite psoriática, que se desenvolve em cerca de 30% dos doentes, tem igualmente um grande impacto no prognóstico e na qualidade de vida dessas pessoas acometidas pela doença”.  

 

Mitos e verdades sobre a psoríase

A Dra. Andréa Monteiro esclarece que apesar de todas as campanhas informativas realizadas ao longo dos anos, muitas pessoas ainda não sabem quase nada sobre a doença, ocasionando em diversos mitos e inverdades. A especialista esclarece alguns dos principais:

 

1- É CONTAGIOSA

A psoríase não contagia sob nenhuma forma. É uma doença crónica da pele, de natureza autoimune, em que o normal ciclo de crescimento das células da pele está acelerado.

 

2- É CAUSADA POR MÁ HIGIENE

Pode ser desencadeada por um acontecimento estressante, uma amigdalite, a utilização de alguns medicamentos, um corte na pele, uma queimadura solar ou devido ao tempo frio e seco. Ou seja, parece depender da existência de uma predisposição genética associada a um estímulo externo, pelo que não tem qualquer relação com a higiene pessoal.

 

3- É APENAS UMA DOENÇA DE PELE

A pele é a face mais visível da doença, mas está associada a outras patologias como a diabetes, doença cardíaca e depressão. Cerca de 10% dos doentes desenvolve ainda artrite psoriática, que causa dor e deformação das articulações das mãos, pés, membros ou coluna.

 

4- AS LESÕES SÃO PASSAGEIRAS E PASSAM SEM TRATAMENTO

As lesões não passam sem um tratamento direcionado para a sua extensão (regiões do corpo onde está disseminada) e sintomas (dor, comichão).  

 

Tratamento da Psoríase

Embora ainda não exista uma cura para a doença, a especialista ressalta que os tratamentos existentes permitem controlar os sintomas e, consequentemente, melhorar a qualidade de vida das pessoas com psoríase. “Entre as soluções possíveis encontram-se as loções, cremes ou pomadas; os corticosteroides tópicos; análogos da vitamina D. Mas também a helioterapia (exposição à luz solar), a fototerapia (exposição a fontes artificiais de luz ultravioleta), ou medicamentos como os retinoides, metotrexato e ciclosporina.”

A especialista também esclarece que hoje, independentemente da gravidade da psoríase, o objetivo do tratamento é alcançar pele sem lesão ou quase sem lesão, o que é possível com tratamentos. “Isso significa atingir o índice PASI 90 a 100 (quando 90% ou até mesmo 100% das lesões desaparecerem). Contudo, para alcançar esse resultado é fundamental buscar tratamento adequado junto a um dermatologista.”

Continue Reading

Saude e Beleza

Dra. Manuela Bafini é responsável pela Harmonização Orofacial de estrelas do mês de outubro na Vogue Brasil

Published

on

DMBRHOMOVB Copy - Dra. Manuela Bafini é responsável pela Harmonização Orofacial de estrelas do mês de outubro na Vogue Brasil

A número um sem agulhas foi a dentista que realizou o embelezamento da Bianca della Fancy (@biancadellafancy). Modelo, drag, You Tuber, Dj e estrela de uma das capas digitais clicadas por @hickduarte.

“Foi um trabalho específico para deixar a minha querida Bianca ainda mais bonita “, conta a doutora. O processo todo foi executado em etapas para a paciente se reconhecer após o final do tratamento. Fizemos alguns procedimentos de preenchimento com ácido hialurônico na região dos lábios e maçãs do rosto. “Como a Bianca tem um rosto fino e harmonioso o processo de embelezamento foi ainda mais fácil,” comenta a especialista.

Bianca que sempre celebrou a liberdade de ser quem é, comanda o canal “Tá bom Pra Você “, em que discorre sobre racismo, transfobia e orgulho LGBTQIA+ . Muito engajada nessa causa, a Dra. Manuela Bafini também assina outros rostinhos que levantam essa bandeira como o Grag Queen (@gragqueen). “Iniciamos também um processo com a maravilhosa Gloria Groove (@GG) que foi uma das divas deste mês de outubro. Pena que o processo teve início  após a sessão de fotos publicadas, mas nas próximas ela aparecerá ainda mais maravilhosa“, comenta a número um sem agulhas.

Conheça mais:

Manuela Bafini | Patrícia Nakandari | MB Clínica

Imprensa concedida por: Roberta Nuñez – RN Assessoria Imprensa

Continue Reading

Saude e Beleza

Angela Bismarchi e Eliana Amaral falam sobre saúde da mulher

Published

on

ae - Angela Bismarchi e Eliana Amaral falam sobre saúde da mulher

Ângela Bismarchi recebeu uma convidada especial para dia live semanal, a apresentadora Eliana Amaral. Dessa vez, o bate papo foi sobre saúde da mulher, com foco na campanha “outubro rosa”. Ela falaram sobre a importância do exame de mamografia periódico e do autocuidado no dia a dia.

“Cerca de 80% das mulheres não fizeram o exame de mamografia neste período de pandemia. Precisamos aproveitar que temos seguidoras, pessoas que se inspiram em nós e falar sobre a importância deste exame. Mesmo na pandemia, não podemos deixar de fazer, quanto mais cedo o diagnóstico, mais eficaz é o tratamento.” Disse Ângela.

A importância do autoexame também foi destacada na conversa.

“Eu faço dois check-ups anuais, pois tenho problemas na tiroide e preciso manter tudo atualizado. Aproveito e já faço todos os exames ginecológicos, inclusive a mamografia. Além disso, as mulheres precisam fazer o autoexame. Aproveitar os momentos de beleza, como passar um creme no corpo, por exemplo e verificar se existe algo estranho, isso pode ajudar muito no diagnóstico precoce.” Ressaltou Eliana.

Continue Reading

Trending

Copyright © 2020 Gazeta Nacional - Grupo Michelasi de Comunicação