Connect with us

Diversidade

Crianças que já alcançaram a fama precisam da escola? Especialista responde

Published

on

Apesar de nos dias atuais haver, em geral, maior acesso à educação e ao conhecimento do que há alguns anos atrás, muitas crianças e adolescentes têm se encontrado desmotivados a seguir com os estudos, deslumbrados por outras possibilidades que surgiram com o advento da internet e da figura dos influenciadores digitais, que se tornaram celebridades nas redes sociais e encontram nelas uma forma lucrativa de trabalho, o que teoricamente dispensaria a necessidade dos estudos tradicionais.  No Brasil, em 2018, foram 1,3 milhão de matrículas a menos, contabilizando cerca de 2 milhões de crianças e adolescentes de 4 a 17 anos fora da escola. Dentre estes, a maior taxa é a dos adolescentes de 15 a 17 anos, nesta última idade, 915.455 que hoje não estudam. Será que os estudos tradicionais são realmente dispensáveis para esta nova geração?Aproveitando o ensejo do Dia do Estudante, celebrado em 11 de agosto, que honra a importância da escola e traz à reflexão temas pertinentes ao ensino, a pedagoga especialista em psicopedagogia, Luciana Salem Cerqueira Curi, diretora do colégio Alpis Veredas, explica que é preciso que a escola se reaproxime desta nova geração de jovens conectados ao mundo virtual para evitar a evasão, o que acontece quando se estabelece diálogo e com a percepção das suas necessidades e anseios: “a escola deve estar preparada para enxergar a criança e o adolescente, respeitando suas características, habilidades e necessidades individuais, inclusive o de brincar, se socializar e aprender através das vivências que somente o ‘chão da escola’ é capaz de proporcionar”.

Luisa Ferrari e diretora Luciana. (Reprodução / MF Press Global

Influenciadores digitais em sala de aula

Luisa Ferrari tem apenas 9 anos, já participou do The Voice Kids e hoje tem uma carreira artística consolidada como influenciadora digital e cantora, acumulando milhares de seguidores nas redes sociais e com vídeos no YouTube que já atingiram centenas de milhares de visualizações. Apesar de ser uma estrela mirim, Luisa divide o tempo entre os estudos e a carreira artística de forma consciente. A pedagoga tem acompanhado o caso de Luisa atentamente, junto com sua mãe, Vanessa Ferrari: “conciliar estudo e carreira pode não ser uma tarefa fácil, especialmente quando se é criança, porem, com alguns cuidados, podemos ajudá-las a encontrar o equilíbrio ao desempenharem os seus papéis. Contudo, a criança deve ser tratada como criança e não como uma celebridade mirim, e isto garantira a ela o desenvolvimento de seu senso de igualdade e empatia, evitando que construa uma visão de mundo deturpada, sendo ela o centro das atenções”.

Luisa Ferrari e diretora Luciana. (Reprodução / MF Press Global

A escola não é dispensável

Luciana também acredita que independente de todo o sucesso na internet e nos palcos, é preciso priorizar os estudos, que serão importantes para todas as fases da vida: “Na medida do possível, as atividades escolares podem adaptar-se às necessidades de agenda dos artistas, porém, a criança e a família devem ter em mente que os estudos são prioritários na vida de todos nós. Afinal, a vida não é só o glamour e, independente da carreira que seguirá, seja artística ou não, é essencial que a criança tenha educação para o desenvolvimento crítico e intelectual”.

Continue Reading

Diversidade

O “magico das celebridades” Roger Hideo faz curso de Clown

Published

on

Roger Hideo está sempre a frente de seu tempo e prova que a carreira é moldada na organização e foco constante.

Além compartilhar ensinamentos de educação financeira com outros mágicos, colegas de profissão, o jovem ilusionista busca o aperfeiçoamento em sua área de atuação.

Para isso, Hideo fez um curso de Clown, ou seja, um curso de formação de palhaços, mas que aconteceu de modo diferenciado, voltado especialmente para a música e as características individuais dos participantes, por meio dos ritmos musicais.

“O curso Palhaço e sua música foi um momento para encontrarmos o nosso palhaço interno, por meio da música. Foi um mergulho mais apurado em nossos conhecimentos artísticos e individuais. Os momentos que passamos me trouxeram muitos esclarecimentos e recomendo a todos”, esclarece Roger Hideo.

Realizado na cidade de São Paulo, o curso “Palhaço e sua música” trabalha com o improviso a partir da liberdade do palhaço. Cada indivíduo pode se expressar e se relacionar musicalmente como preferir.

Continue Reading

Diversidade

Ticiana Nogueira prova que além de bela é craque no futvolei

Published

on

Com dicas de beleza e muito alto astral, Ticiana Nogueira encanta as redes sociais com postagens em que ensinam o passo a passo de belas maquiagens, além de atualizar sempre seus seguidores com lugares diferenciados e deixar todos boquiabertos com seus cachos sempre muito bem alinhados e arrumados.

Dona de um canal no YouTube com mais de 35 mil inscritos, a moradora da cidade de Campinas/SP, além de bela também está sempre antenada com esportes. Ticiana Nogueira é craque quando o assunto é futvolei.

As habilidades da musa podem ser acompanhadas em torneios em sua cidade. Recentemente em comemoração ao seu aniversário, Tici e alguns amigos atletas realizaram uma competição com 16 duplas que ficaram três partidas cada.

“Foi um torneio incrível, realizado na parte da manhã e durante a tarde celebramos meu aniversário com muito churrasco e pagode. Fiquei extremamente lisonjeada em poder dividir a quadra com o Zenom que é uma lenda do futebol e gentilmente se ofereceu para jogar comigo, após meu parceiro Marquinhos sofrer uma lesão”, revela Ticiana.

A bela compartilha nas redes sociais, muitos momentos de seus treinos no futvolei e inspira outras mulheres para a prática esportiva.

Continue Reading

Diversidade

Leve a natureza para a sua sala e cozinha

Published

on

A busca por ambientes que tenham o aspecto da natureza está em alta no mundo da decoração. Pensando nisso, a arquiteta Lívia Quintella através da mistura do estilo rústico com a natureza insere o toque de aconchego e leveza para a sala e cozinha permitindo muito mais personalidade no espaço.

“A pegada rústica trouxe através da mesa e buffet com a madeira de demolição e o revestimento em tijolinho. Já a ligação com a natureza vem com a implementação do tom verde mais fechado e com a brincadeira de pintar a porta de azul para ressaltar a tonalidade da madeira. O perfil desse projeto é para clientes que goste de natureza”, explica a profissional.

Para intensificar o clima de aconchego, o projeto visou sobretudo levar elementos pessoais do cliente através do letreiro em neon escrito “wanderlust” que tem um significado muito especial para a dona do apartamento.

No projeto de Lívia Quintella a iluminação tem grandes funcionalidades: trazer foco para a estante de espelho com metalon através da iluminação direta e levar um rasgo de iluminação para a sala através da forma indireta. 

Foto: Raiana Medina 

Continue Reading

Trending

Copyright © 2019 Gazeta Nacional. Design by EGOBrazil.