Connect with us

Diversidade

“Vai um cafezinho aí?” por Luca Moreira

Published

on

Luca Moreira: O café! Uma bebida que alguns tomam para se manterem acordados e outros apenas pelo puro prazer de se deliciarem. Mas você sabia que essa bebida vai muito além desses benefícios?

Também chamado de “rubiaceae”, nome pelo qual é denominado no seu país de origem, a Arábia, que propagou a planta na cultura popular. Nessa época tinham o completo controle de seu cultivo e preparação.

Atualmente no Brasil são produzidas todo ano quase 3 milhões de toneladas de grãos de café, fazendo dela uma das bebidas mais consumidas diariamente pela população.

Apesar dessa produção toda, os brasileiros ainda não lideram em quantidade de consumo, perdendo para a Finlândia, onde cada pessoa chega a tomar 13 quilos de café por ano, superando nossa população de cinco quilos. E com tanta produtividade não é de se espantar que ele possa ter tanta diversidade, pois para cada paladar existe um tipo diferente de grão. Além do tradicional café expresso e do delicioso cappuccino, também existe, entre outros, o “Ristretto”, “Corretto”, o “Irish” que também é muito apreciado junto a uma dose de whisky, o “Macchiato”, “Moka”, e é claro o café com leite.

Devido a sua importância e influência no mundo todo, no dia 14 de abril é comemorado o Dia Internacional do Café, e que melhor ocasião que essa para conhecermos os maiores benefícios que essa bebida nos traz:

O primeiro de muitos efeitos dele, é que além de ser saudável, ele também melhora o funcionamento do fígado. Pesquisas apontam que beber entre quatro e cinco xícaras por dia, reduz 80% as chances de uma cirrose no organismo. Os nutrientes também não ficam de fora, porque ele é uma grande fonte de antioxidante, contendo vitaminas como a B2, B3, e B5, além de manganês, magnésio e potássio.

A principal substância contida na bebida, a cafeína é considerada um potente estimulante psicoativo, que é a responsável por manter-nos acordados, estimular o trabalho do cérebro e de acelerar o raciocínio. Além disso, a cafeína contribui para a redução de várias doenças como Parkinson, diabetes, depressão, doenças cardíacas, demência e até mesmo o câncer.

Rubiaceae, a planta originária do café (Foto: Pixabay)

Muitas pessoas pensam que o café só serve para te deixar mais disposto e agitado, não é verdade. Dependendo do organismo da pessoa que está bebendo, ele também tem o efeito de deixa-lo mais calmo e sonolento. O aroma do café altera a composição de uma proteína dentro do cérebro associada ao estresse, aliviando assim a privação do sono.

E claro! Não vamos esquecer do bom humor que aquele cheirinho e o sabor inconfundível do café nos traz de manhã. Então, vai um cafezinho aí?

Continue Reading

Diversidade

Saiba mais sobre o Casamento Colorido Solidário

Published

on

O Rio de Janeiro recebe no final de maio as celebrações de casamento de casais da comunidade LGBTQ+

Se maio é o mês “oficial” dos casamentos, não existe período mais apropriado para um “matrimônio colorido”.

Então, os idealizadores do Projeto Casamento Colorido, Simone Mesquita e Wendel Almeida, trazem à comunidade LGBTQ+ o dia 28 de maio desse ano para esse grande evento. E a cidade do Rio de Janeiro será o palco dessa grande comemoração.

“Serão de 13 a 16 casais, quem precisam ter a certeza de que o amor ultrapassa a barreira de qualquer preconceito, com o objetivo de oficializar essa união”, conta Simone.

A ideia surgiu dos organizadores, que ajuntarão as maiores e mais conceituadas empresas especializadas em realizar sonhos de casamentos, para facilitar a realização dessas uniões.

“Quando começaram a tentar tirar esse direito adquirido após tantos anos de luta dessa comunidade, vimos que tornar esse amor ainda mais concretizado era algo que precisava de um projeto à altura”, pontua Wendel.

Como “dizer sim” no Casamento Colorido?

Os custos burocráticos do casamento no civil serão de responsabilidade de cada casal, já que os cartórios oficializam os matrimônios conforme a área de domicílio.

E a organização do evento promete o mínimo de custos possível para quem subirá ao altar no Casamento Colorido, já que nem tudo foi cedido.

Cada casal poderá levar até 28 convidados, em uma celebração na Casa de Festa Villa Cabral, onde a partir das 17h o celebrante dará início ao evento.

Na ocasião, já estão incluídos os serviços de cerimonialista, foto e filmagem, open bar, buffet, DJ, decoração, bolo e doces, estações de comidas – como Browne e Pasteis, assessoria de imprensa, entre outros.

“Ainda temos algumas vagas para parceiros, então, quem quiser fazer parte desse evento único e para contemplar o amor, pode nos procurar”, convidam os organizadores.

Serviço:

Casamento Colorido

Dia 28/05/2019, às 17h

Local: Casa de Festa Villa Cabral –  Praça Afonso Vizeu, 210 – Alto da Boa Vista, RJ

Contato: casamentocolorido2019@gmail.com

Mais informações: www.facebook.com/casamentosolidariocolorido e @casamentocoloridosolidario

Continue Reading

Diversidade

Samirra Summer retorna ao Brasil exibindo suas curvas para a Sexy

Published

on

A modelo e dançarina Samirra Summer prepara sua volta a sua terra natal no próximo mês de abril e pra isso preparou uma novidade para seus fãs e seguidores.

A aquariana de 30 anos esteve fora do país visitando a América latina com suas performances , natural de Balneário Camboriú, Samirra revelou ao site da Sexy que ela se encontra em seu melhor momento na carreira e que lida bem com as cantadas que recebe “Eu adoro ouvir, faz bem para o ego” conta a loira que esta atualmente no Chile deixando tudo pronto para voltar ao Brasil.

Solteira, a gata contou o que lhe atrai em um homem e é só risos quando destaca o que mais gosta “Prefiro cabeça, mas o físico me encanta, e claro tem que ter pegada forte (risos)” conta a modelo.

Fotos: MR – Divulgação

Continue Reading

Cultura

Aplicativos de namoro: como lidar? Terapeuta comportamental faz alerta sobre os perigos dos aplicativos de paquera “Apenas uma entre mil pessoas chegam a namorar”

Published

on

No Brasil temos poucos aplicativos bons e confiáveis, e isso vem gerando uma série horrível de acontecimentos emocionais, psíquicos e até mesmo físicos como o último que nos horrorizou com suas cenas chocantes de violência e quase morte.

“Não consigo entender o que aconteceu com as pessoas que trancam seus corações sem dar opções de conhecer pessoas e se relacionar ao vivo como sempre foi”, fala Andrea Murgel, terapeuta comportamental e autora do livro Mariposa Azul.

A terapeuta explica que diversas pessoas a procurarem para entender se devem ou não seguir com um relacionamento virtual. A maioria de seus clientes são de São Paulo, capital. Ela argumenta que as pessoas devem tomar cuidado, pois atrás de uma tela todos podem ser o que quiserem, e esse é o grande perigo, pois se escondem psicopatas, gêneros, suicidas, aparências, níveis sócio culturais e muitos outros fatores, o que torna tudo isso cada vez mais preocupante, pois as pessoas estão praticamente viciadas em namoros à distância.

“Sim, de 1000 pessoas, 1 casal namora por aplicativo e se casa. Mas a questão é: vamos arriscar?”

Ela fala que seria bom se houvesse um Cat Fish (programa de tv que desvenda casos amorosos enganosos para quem os procura)
para todos os casos, pois eles descobrem tudo. Mas não há, então ela transmite alguns sinais e dicas importantes para que rodam possam analisar:

A foto: Parece nada, mas diz muito, observe muito a foto o lugar a roupa e principalmente o olhar. Peça muitas fotos. Se vier nude, fuja.

As palavras: O que dizem? São fortes o bastante para te impressionar? A pessoa parece sincera ou as vezes se contradiz? Ou diz só diz coisas maravilhosas?

Pense: A vida é real. Não fale de sua vida íntima, procure ser mais formal e mais vago de início.

Marque um café à tarde, num local com pessoas ao redor. Mas se só podem à noite porque trabalham e não tem tempo, que tal sugerir um happy hour?

Não beba no primeiro encontro fique alerta para todos os detalhes.

O tempo é irrelevante, pois se você está com um psicopata ou sociopata, ele ou ela se mostrará em qualquer momento, não precisa conhecer bem pelas redes.
Se for alguém te enganando, não vai querer ir ao encontro, aí você sai fora dessa tambem.

Menores de idade?
Que os pais não os permitam entrar em sites de namoro nunca. Eles precisam interagir no mundo real e, não se expor ao risco de pedofilia ou algo assim.

Em todos os casos eu fico esperando que volte o romantismo, o respeito e aquele frio na barriga de conhecer alguém que realmente possa ser seu sem ter sido extraído de uma tela de computador.

Andrea Murgel

Fotos: Divulgação | CO Assessoria

Continue Reading

Trending

Copyright © 2019 Gazeta Nacional. Design by EGOBrazil.